Um Estudo Revolucionário De Purina: Uma Etapa Fundamental Para A Redução Dos Alérgenos Felinos

neutralizing-allergens-landing-page
neutralizing-allergens

As alergias a gatos são as alergias de origem animal mais comuns entre os seres humanos1 e afetam cerca de 1 em cada 5 adultos em todo o mundo.2

Os donos de gatos podem receber recomendações para evitar o contato com seus gatos pelo seu alergista, mas frequentemente eles fazem de tudo para manter seus gatos consigo. Como último recurso, podem ser forçados a passar menos tempo com seus gatos. Muitas vezes, precisam tirar o gato do quarto e tomar remédios para tentar administrar seus sintomas alérgicos.

As alergias a gatos também podem representar um obstáculo para as pessoas que gostariam de ter um gato, evitando a adoção e potencialmente levando os donos a alojar o gato em outra casa ou dá-lo a outra pessoa.3-6 É por isso que os cientistas de Purina dedicaram mais de 10 anos em pesquisas sobre como administrar os alérgenos felinos e melhorar as vidas dos gatos e das pessoas que os amam. 

A pesquisa de Purina

purina-institute-purina-research

A pesquisa de Purina descobriu que um ingrediente derivado do ovo contendo anticorpos para o Fel d 1, o principal alérgeno felino, pode se ligar ao Fel d 1 da saliva e dos pelos dos gatos, bloqueando sua capacidade de desencadear respostas alérgicas em pessoas sensíveis ao alérgeno felino. 

Esta descoberta pode levar a novas e entusiasmantes abordagens para se administrar os alérgenos felinos, mantendo, ao mesmo tempo, a produção normal do Fel d 1 pelo gato sem causar impacto na sua fisiologia geral. Essas descobertas revolucionárias podem transformar o modo como as pessoas controlam as alergias enquanto mantém a sua convivência com seus gatos em casa.

Saiba mais sobre esta descoberta e o que isso pode representar para as vidas dos gatos e das pessoas que cuidam deles:

Referências

  1. Morris, D. (2010). Human allergy to environmental pet danders: A public health perspective. Veterinary Dermatology, 21, 441-449.
  2. Bousquet, P.-J., Chinn, S., Janson, C., Kogevinas, M., Burney, P. & Jarvis, D. (2007). Geographical variation in the prevalence of positive skin tests to environmental aeroallergens in the European Community Respiratory Health Survey I. Allergy, 62, 301-309.
  3. American Humane Association. (2012). Keeping pets (dogs and cats) in homes: A three-phase retention study. Phase I: Reasons for not owning a dog or cat. Retrieved from the American Humane Association website: https://www.americanhumane.org/app/uploads/2016/08/aha-petsmart-retention-study-phase-1.pdf 
  4. Casey, R.A., Vandenbussche, S., Bradshaw, J.W.S., & Roberts, M.A. (2009). Reasons for relinquishment and return of domestic cats (Felis silvestris catus) to rescue shelters in the UK. Anthrozoös, 22, 347-358. doi: 10.2752/089279309X12538695316185 
  5. Coe, J.B., Young, I., Lambert, K., Dysart, L., Borden, L.N. & Rajic, A. (2014). A scoping review of published research on the relinquishment of companion animals. Journal of Applied Animal Welfare Science, 17, 253-273. doi: 10.1080/10888705.2014.899910
  6. Zito, S., Morton, J., Vankan, D., Paterson, M., Bennett, P.C., Rand, J., Phillips, C.J.C. (2016). Reasons people surrender unowned and owned cats to Australian animal shelters and barriers to assuming ownership of unowned cats. Journal of Applied Animal Welfare Science, 19, 303-319. doi: 10.1080/10888705.206.1141682 
Quer saber mais? Consulte estas referências: