Fundamentos do microbioma

 vilosidades intestinais com bactérias

Embora o microbioma intestinal tenha recebido a maior parte da atenção, existem vários microbiomas sobre e dentro do corpo.1

Os microbiomas estão presentes em qualquer parte do corpo onde residem os micróbios, incluindo a cavidade oral, conjuntiva, orelha externa, pele, trato respiratório superior e inferior, trato reprodutivo e trato urinário. Os locais do corpo diferem dramaticamente em sua composição microbiana com base nas propriedades físicas e químicas do local, incluindo pH, topografia e nível de umidade.2

ícone de microbioma além do intestino

A pesquisa de microbiomas em humanos está se expandindo rapidamente à medida que a investigação de microbiomas não intestinais se acelera.

A investigação de microbiomas não intestinais em cães e gatos está atrasada em relação à dos humanos, apresentando oportunidades adicionais para influenciar a saúde do hospedeiro.

A investigação de microbiomas não intestinais em cães e gatos está atrasada em relação à dos humanos, apresentando oportunidades adicionais para influenciar a saúde do hospedeiro.
bactérias orais

O microbioma oral

Apesar de sua conexão física e funcional com o intestino, o microbioma oral de cães e gatos é um microbioma único com cerca de 50 a 100 milhões de bactérias, representando aproximadamente 200 espécies.2-4 Estudos até o momento mostraram que o microbioma oral de cães e gatos é composto pelos mesmos filos dominantes, mas em diferentes abundâncias entre as espécies.3,5,6,7 Além disso, a população microbiana varia com a localização dentro da cavidade oral.8

O microbioma oral parece ser altamente conservado entre os cães, sem diferenças significativas entre as raças de cães.3 Em contraste, diferenças significativas na diversidade e abundância relativa do microbioma oral foram observadas entre várias raças de gatos, bem como entre gatos com exposição ao ar livre e gatos apenas em ambientes fechados.9

Foram relatadas alterações no microbioma oral associadas ao método de parto (cesariana vs vaginal);5 formato da dieta (úmida vs seca, bem como mudança da dieta de amamentação para ração comercial) em gatos;5,10 alimentação de mastigação dental redutora de placa para cães;11 a administração de probióticos orais;12 profilaxia dentária;13 e doenças orais (por exemplo, periodontite, gengivite, gengivoestomatite).14-18 No entanto, definir se as alterações do microbioma precedem e predispõem à doença, ou se as alterações representam mudanças na população microbiana em resposta a um ambiente alterado, requer mais investigação.3,19,20

Apesar das alterações documentadas, o microbioma oral é resiliente.3,13

O microbioma cutâneo

Os microbiomas da pele de cães e gatos são dominados por filos bacterianos semelhantes, mas são mais diversos do que o microbioma da pele humana.21 Conforme observado no microbioma oral, o microbioma da pele de cães e gatos compartilha os mesmos filos predominantes, mas em abundância diferente.21 Em ambas as espécies, os pontos pilosos apresentaram maior número de micróbios (riqueza) do que as junções mucosa e mucocutânea.21 O papel geral do microbioma da pele na saúde e na doença é mal compreendido,22 mas o papel da pele como barreira primária e sua estreita associação com o sistema imunológico sugerem que ela é uma peça-chave na saúde do hospedeiro.

A maioria das pesquisas sobre o microbioma cutâneo canino e felino tem se concentrado na comparação de cães e gatos saudáveis e alérgicos ou atópicos.

Não é surpresa que a pesquisa tenha documentado diferenças significativas no microbioma cutâneo de gatos saudáveis e alérgicos, bem como cães saudáveis e alérgicos ou atópicos, com diversidade e riqueza reduzidas associadas a distúrbios alérgicos e atópicos.21,23-26

Explore outras áreas do Fórum sobre Microbioma

miniatura centrada em microbioma

Intervenções centradas em microbioma para condições de saúde de animais de estimação

miniatura da liderança da Nestlé

Liderança da Nestlé e da Purina em Microbioma

Saiba mais

  1. Yang, J. (2012, July 16). The Human Microbiome Project: Extending the definition of what constitutes a human. National Humane Genome Research Institute Genome Advance of the Month. https://www.genome.gov/27549400/the-human-microbiome-project-extending-the-definition-of-what-constitutes-a-human
  2. Koidl, L., & Untersmayr, E. (2021). The clinical implications of the microbiome in the development of allergy diseases. Expert Review of Clinical Immunology, 17, 115—126. doi:10.1080/1744666X.2021.1874353
  3. Bell, S. E., Nash, A. K., Zanghi, B. M., Otto, C. M., & Perry, E. B. (2020). Assessment of the stability of the canine oral microbiota a er probiotic administration in healthy dogs over time. Frontiers in Veterinary Science, 7, 616. doi:10.3389/fvets.2020.00616
  4. Dewhirst, F. E., Klein, E. A., Bennett, M.-L., Cro , J. M., Harris, S. J., & Marshall-Jones, Z. V. (2015). The feline oral microbiome: A provisional 16S rRNA gene based taxonomy with full-length reference sequences. Veterinary Microbiology, 175, 294—303. doi:10.1016/j.vetmic.2014.11.019
  5. Spears, J. K. (2017, May 4-6) Development of the oral microbiome in kittens. Proceedings of the Companion Animal Nutrition Summit, Vancouver, B. C., Canada, 73–81.
  6. Dewhirst, F. E., Klein, E. A., Thompson, E. C., Blanton, J. M., Chen, T., Milella, L.,…Marshall-Jones, Z. V. (2012). The canine oral microbiome. PLoS ONE, 7(4), e36067. doi:10.1371/journal.pone.0036067
  7. Sturgeon, A., Pinder, S. L., Costa, M. C., Weese, J. S. (2014). Characterization of the oral microbiota of healthy cats using next-generation sequencing. The Veterinary Journal, 201, 223–229. doi:10.1016/j.tvjl.2014.01.024
  8. Ruparelli, A., Inui, T., Staunton, R., Wallis, C., Deusch, O., & Holcombe, L. J. (2020). The canine oral microbiome: variation in bacterial population across different niches. BMC Microbiology, 20, 42. doi:10.1186/s12866-020-1704-3
  9. Older, C. E., Diesel, A. B., Lawhon, S. D., Queiroz, C. R. R., Henker, L. C., & Hoffmann, A. R. (2019). The feline cutaneous and oral microbiota are influenced by breed and environment. PLoS ONE, 14(7), e0220463. doi:10.1371/journal.pone.0220463
  10. Adler, C. J., Malik, Browne, G. V., & Norris, J. M. (2016). Diet may influence the oral microbiome composition in cats. Microbiome, 4, 23. doi:10.1186/s40168-016-0169-y
  11. Oba, P. M., Carroll, M., Alexander, C., Lye, L., Somrak, A., Keating, S.,…Swanson, K. S. (2020). Oral microbiota populations of adult dogs consuming dental chews demonstrated to reduce dental plaque and calculus. Journal of Animal Science, 98(Suppl 4), 61.
  12. Mäkinen, V.-M., Mäyrä, A., & Munukka, E. (2019). Improving the health of teeth in cats and dogs with live probiotic bacteria. Journal of Cosmetics, Dermatological Sciences and Applications, 9, 275–283. doi:10.4236/jcdsa.2019.94024
  13. Flancman, R., Singh, A., & Weese, J. S. (2018). Evaluation of the impact of dental prophylaxis on the oral microbiota of dogs. PLoS ONE, 13(6), e0199676. doi:10.1371/journal.pone.0199676
  14. Dolieslager, S. M. J., Bennett, D., Johnston, N., & Riggio, M. P. (2013). Novel bacterial phylotypes associated with the healthy feline oral cavity and feline chronic gingivostomatitis. Research in Veterinary Science, 94, 428–432. doi:10.1016/j.rvsc.2012.11.003
  15. Davis, E. M. (2016). Gene sequence analysis of the healthy oral microbiome in humans and companion animals. Journal of Veterinary Dentistry, 33(2), 97–107. doi: 10.1177/0909765416657239
  16. Nakanishi, H., Furuya, M., Soma, T., Hayashiuchi, Y., Yoshicuhi, R., Matsubayashi, M.,…Sasai, K. (2019). Prevalence of microorganisms associated with feline gingivostomatitis. Journal of Feline Medicine and Surgery, 21(2), 103–108. doi:10.1177/1098612X18761274
  17. Harris, S., Cro , J., O’Flynn, C., Deusch, O., Colyer, A., Allsopp, J.,…Davis, I. J. (2015). A pyrosequencing investigation of differences in the feline subgingival microbiota in health, gingivitis and mild periodontitis. PLoS ONE, 10(11), e0136986. doi:10.1371/journal.pone.0136986
  18. Older, C. E., de Oliveira Sampaio Gomes, M., Hoffmann, A. R., Policano, M. D., Cruz dos Reis, C. A., Carregaro, A. B.,…Carregaro, V. M. L. (2020). Influence of the FIV status and chronic gingivitis on feline oral microbiota. Pathogens, 9, 383. doi:10.3390/pathogens9050383
  19. Davis, I. J., Wallis, C., Deusch, O., Colyer, A., Milella, L., Loman, N., Harris, S. (2013). A cross-sectional survey of bacterial species in plaque from client owned dogs with healthy gingiva, gingivitis or mild periodontitis. PLoS ONE, 8(12), e83158. doi:10.1371/journal.pone.0083158
  20. Holcombe, L. J., Patel, N., Colyer, A., Deusch, O., O’Flynn, C., & Harris, S. (2014). Early canine plaque biofilms: Characterization of key bacterial interactions involved in initial colonization of enamel. PLoS ONE, 9(12), e113744. doi:10.1371/journal.pone.0113744
  21. Older, C. E., Diesel, A., Patterson, A. P., Meason-Smith, C., Johnson, T. J., Mansell, J.,…Rodrigues Hoffmann, A. (2017). The feline skin microbiota: The bacteria inhabiting the skin of healthy and allergic cats. PLoS ONE, 12(6), e0178555. doi:10.1371/journal.pone.0178555
  22. Weese, J. S. (2013). The canine and feline skin microbiome in health and disease. Veterinary Dermatology, 24, 173–e31. doi:10.1111/j.1365-3164.2012.01076.x
  23. Fazakerley, J., Nuttall, T., Sales, D., Schmidt, V., Carter, S. D., Hart, C. A., & McEwan, N. A. (2009). Staphylococcal colonization of mucosal and lesional skin sites in atopic and healthy dogs. Veterinary Dermatology, 20(3), 179–184. doi:10.1111/j.1365-3164.2009.00745.x
  24. Furiani, N., Scarampella, F., Martino, P. A., Panzini, I., Fabbri, E., & Ordeix, L. (2011). Evaluation of the bacterial microflora of the conjunctival sac of healthy dogs and dogs with atopic dermatitis. Veterinary Dermatology, 22(6), 490–496. doi:10.1111/j.1365-1365-3164.2011.00979.x
  25. Rodrigues Hoffmann, A., Patterson, A. P., Diesel, A., Lawhon, S. D., Ly, H. J., Elkins Stephenson, C.,…Suchodolski, J. S. (2014). The skin microbiome in healthy and allergic dogs. PLoS One, 9(1), e83197. doi:10.1371/journal.pone.0083197
  26. Bradley, C. W., Morris, D. O., Rankin, S. C., Chain, C. L., Misic, A. M., Houser, T.,…Grice, E. A. (2016). Longitudinal evaluation of the skin microbiome and association with microenvironment and treatment in canine atopic dermatitis. Journal of Investigative Dermatology, 13(6), 1182–1190. doi:10.1016/j.jid.2016.01.023